Fibra de vidro

Roving

Os rovings de corte de fibras de vidro destinados principalmente aos processos de pistola e laminação contínua são fabricados em duas etapas. Na primeira, são fiadas bobinas com vários fios ou pontas. Esses fios são obtidos colocando pentes separadores logo abaixo do aplicador de sizing (tratamento superficial), dividindo, assim, os filamentos da fieira em feixes com 100 a 200 filamentos tipicamente. Essas bobinas apresentam um formato bicônico e são chamadas de tortas ou novelos. Numa segunda etapa, as mechas dessas tortas são ajuntadas e enroladas para formar uma nova bobina, desta vez cilíndrica, composta por muitos cabos.

A densidade linear da mecha de roving (Tex) e o número de pontas definem, junto com o sizing, o produto tecnicamente. As densidades lineares de roving variam normalmente desde 2.400 e 4.400 tex.

Os rovings de corte são picados por conjuntos cortadores projetados para cada aplicação.  Os comprimentos de cortes mais utilizados nessas aplicações situam-se na faixa de 0,5” a 2”. Em todos os casos, o objetivo é formar uma lâmina com propriedades isotrópicas no plano. Assim, as fibras picadas devem poder se distribuir uniformemente no plano do molde ou da máquina, de acordo com o processo considerado.

Os requerimentos técnicos variam para cada aplicação, mas, de maneira geral, esses roving devem apresentar facilidade de corte, baixa geração de penugens e de eletricidade estática, boa dispersão (não ter tendência de aglomeração quando picados) e boa compatibilidade (ou molhabilidade) com a matriz polimérica considerada.

Tipos de Rovings:

  • Roving 2400; 3200
  • Roving 3900; 4000
  • Roving P243-3200
  • Roving 4400; 2200; 1100

Utilizada no processo de laminação para a construção de peças em geral tal como:

  • Confecção de produtos feitos em fibra de vidro;
  • Reparos em geral;
  • Revestimento em geral;
  • Outros;
  • Laminações com Fibra de Vidro e Resinas;
  • Confecção de produtos feitos em Fibra de Vidro como Caixas Seladas, Caixas D’Água etc.;
  • Reparos em Caixas D’Água, Pára-choques etc.;
  • Revestimentos em geral (Isopor por exemplo);

 

Informações Úteis

Resulta em uma espessura de aproximadamente 1mm por camada de laminado;

Maior Rendimento e Flexibilidade se comparada à Manta 450, resultado de seus filamentos mais finos.

  • Boa molhabilidade da resina
  • Baixa marcação no laminado
  • Não existe restrição quanto a data limite para utilização de fibras de vidro quando estas são estocadas à temperatura ambiente e em sua embalagem original.

Pode ser utilizado com resina epóxi ou poliéster

Manta 450

Informações Úteis:

– Resulta em uma espessura de aproximadamente 1mm por camada de laminado;

  • Boa molhabilidade da resina
  • Baixa marcação no laminado
  • Não existe restrição quanto a data limite para utilização de fibras de vidro quando estas são estocadas à temperatura ambiente e em sua embalagem original.

Pode ser utilizado com resina epóxi ou poliéster.

Manta RTM

Produtos

Fale Conosco







Unidade Floripa

Rodovia BR-101, 1700 Galpão 2Km 213 - Passa Vinte, Palhoça/SC
CEP: 88132-011

(48) 3093-1722

(48) 99131-1800

(48) 99991-2612

https://sulfibrafloripa.com.br/

Unidade Caxias

Rua João Quinto Toigo, 106 - Nossa Senhora da Saúde, Caxias do Sul/ RS
CEP: 95044-100

(54) 3238-3100

(54) 99686-9521

Unidade Chapecó

Acesso Florenal Ribeiro, 1331 D - Santos Dumont, Chapecó/SC
CEP: 89.815-325

(49) 3329-0512

(54) 99686-9521

Unidade São Paulo

Rua Madalena Dileo, 166, sala 01 - Chácara São Luís Santana de Parnaíba, São Paulo/SP
CEP 06.504-008

(11) 2680-1527

(54) 99686-9521

Unidade Contagem

Rua Bernarda Silvestre, 108 São Sebastião Contagem - MG
CEP: 32150-120

(11) 95077-3223

(31) 99631-9986

Unidade Salvador

Rua Mariazumba, 286, galpão 03 - Granjas Rurais Presidente Vargas, Salvador/BA CEP: 41230-080

(71) 99307-0473

Unidade Goiânia

Rua Rio Verde, 1787 Vila Abaja - Goiânia/GO
CEP: 74550-420

(62) 3291-7682

(62) 97400-9292